dill rhodrigues

Dill Rhodrigues 

-  P s i c o t e r a p e u t a  -

_____________________________________________________________________

human-mind-brain-think-620x320.jpg

 

É POSSÍVEL REPROGRAMAR UMA MENTE?

 

 

Afinal, o que é um programa?

 

Usar estes termos como “programar” e “reprogramar” soa um pouco estranho, pois são termos usados no meio da tecnologia.

 

Se compararmos nossos cérebros e mentes como verdadeiros computadores ou potentes processadores veremos que temos muitas semelhanças.

 

A mente humana, como dito num artigo anterior, é um sistema incrível onde nos permite atuar, aprender e interagir com qualquer tipo de assunto que esteja disponível. Podemos dizer que este sistema é formado pela mistura de conhecimentos que cada indivíduo vai adquirindo através de suas observações e compartilhando através (de livros, artes em suas diversas formas, conversas) e pelo inconsciente coletivo de uma cultura ou sociedade.

 

Pois bem, então vamos falar de programas. Mas o que é um programa propriamente? O que é programar?

 

Vamos consultar o dicionário para saber o que significa a palavra programar. Programar é estabelecer um plano para fazer algo, submeter ou submeter-se a uma rotina ou aprendizagem para reagir de uma determinada maneira (dicionário Aurélio). Essa definição fica bem clara ao que pretendemos explorar aqui a respeito de reprogramar a mente.

 

Levando em consideração esta definição podemos constatar que:

 

Desde pequeninos estamos sendo programados (nos ensinaram coisas para reagirmos de determinadas maneiras), fizeram planos para nós, criaram-se rotinas, nos deram rótulos (quando crescer você vai ser isso, vai ser aquilo, vai seguir tal profissão, vai fazer tal coisa, vai seguir a tradição da família, vai se casar etc.). Ou o contrário, não fizeram nada disso e nos deixaram sem referências.

Percebem o tanto de programações que nos impuseram através de nossos avós, pais, tios, irmãos, amigos ou superiores? E minha pergunta é: como estas programações estão funcionando pra você atualmente? Se estão te levando para um caminho de realização, continue. Se estiver te levando por uma trilha de sofrimento, pare, reflita e mude o curso de sua vida.

 

Não podemos generalizar também, porque há programações excelentes em nós, a de sermos pessoas boas, educadas, honestas, dignas e honradas.

 

Infelizmente esse tipo de programação boa acontece com a minoria das pessoas. Aqueles que tiveram os pais que receberam uma boa educação, carinho, amor e afeto são as mais habilitadas a passar uma instrução humana de verdade que nos prepara para a vida.

 

Quero deixar bem claro aqui que não há culpado nisso. Se nossos antepassados não tiveram uma boa instrução, como eles poderiam educar nossos pais? E consequentemente, como nossos pais nos ofereceriam uma boa instrução? Portanto, tudo estava certo antes de termos consciência disso.

 

Porque diante desse conhecimento, temos a responsabilidade de mudarmos. Ou melhor dizendo, temos a opção de continuar da mesma maneira ou decidir alterar o rumo da nossa história. Então te pergunto: o que podemos fazer para nos melhorar? A resposta é simples:

 

DESPROGRAMAR e REPROGRAMAR

 

Sim, devemos desprogramar e reprogramar nossos pensamentos, ressignificar nossas emoções e nosso passado e embutir a informação correta para continuar seguindo nossas vidas com mais amor, alegria, satisfação e assertividade.

 

Bom, mas o que desprogramar?:

 

- Crenças limitantes;

- Crenças de escassez, de pobreza, de miséria, de falta;

- Crenças debilitantes;

- Crenças em doenças;

- Crenças disfuncionais;

- Crenças baseadas em medos infundados;

- Crenças incapacitantes;

- Pensamentos conflitantes;

- Enfim, tudo aquilo que não contribui com nosso crescimento, que não traz alegria e prazer na vida.

 

 

E o que reprogramar?:

 

- Crenças capacitantes;

- Crenças no restabelecimento físico, na cura;

- Crenças de prosperidade, de merecimento e de abundância;

- Crenças fundamentadas na saúde e bem estar;

- Crenças baseadas na confiança em si mesmo;

- Crenças baseadas na segurança e força interior;

- Crenças de que você pode se melhorar a cada dia;

- Crenças de que existem recursos ocultos dentro de cada um de nós prontos a serem despertados;

- Crenças de que você pode conquistar o seu bem estar e viver de uma forma melhor;

- E muitas outras crenças que podem nos ajudar a superar as dificuldades que a vida apresenta.

 

 

Uma vez que abandonamos conceitos antigos que não fazem mais sentido para nós e colocamos novas informações dentro da nossa mente, uma mudança interior se inicia. Uma vida com mais saúde, equilíbrio, alegria, com significado e prosperidade começa a se apresentar.

 

Nós estamos aqui para viver. Nós não somos máquinas e nem escravos de um sistema que aproveita nossa energia vital para se manter de pé.

 

Você pode mudar a sua vida a qualquer momento, basta querer. O como talvez você não saiba ainda, mas isso você não precisa saber. Porque se você soubesse, já teria feito não é mesmo? O importante é confiar em você, mesmo que não saiba nada de você, de quem você é.

 

Nós somos muito mais do que pensamos ser.

 

Isso que você está lendo aqui pode parecer muito interessante, soa muito bonito, maravilhoso, fantástico, mas pode se perguntar:

 

Como fazer essa desprogramação e reprogramação de minha mente?

 

Você pode fazer isso de duas maneiras:

 

 

A primeira maneira é tentar fazer (por si mesmo). Isso vai requerer muita disciplina de sua parte.

 

Você pode iniciar fazendo algumas afirmações diárias antes de dormir, logo ao acordar e durante o dia. Essas afirmações vão variar de pessoa para pessoa porque ninguém é igual. Cada um tem suas peculiaridades. Então, as afirmações que farão serão aquelas que vocês desejam que seja uma realidade em sua vida. Por exemplo:

 

 

Se você é uma pessoa com dificuldades de auto aceitação suas afirmações deverão ser mais ou menos assim:

 

Eu me amo;

Eu me aceito do jeito que eu sou;

Eu faço as pazes comigo mesmo;

Eu estou sempre do meu lado, eu me apoio;

Eu aceito as pessoas do jeito que elas são.

 

 

Se você é um indivíduo muito agitado ou nervoso, suas afirmações deverão ser assim:

 

Eu me vejo como sendo uma pessoa mais calma;

A cada dia que se passa vou ficando mais sereno e compreensivo;

Atuo de modo agitado só em momentos necessários.

 

 

 

A segunda maneira de fazer isso é encontrar um terapeuta de sua confiança que trabalhe com reprogramação mental ou programação neurolínguística. São técnicas especificas para mudança de comportamento, quebra de padrões e crenças que limitam nosso potencial.

 

Quando as programações antigas são removidas ou ressignificadas, você começa a sentir que algo no seu interior foi alterado. Em pouco tempo você já começa a viver uma nova realidade, aquela que você quer para sua vida, a que faz sentido pra você.

 

 

Os benefícios de uma reprogramação mental são inúmeros. Vou mencionar alguns aqui:

 

- aumento da autoestima;

- melhora considerável da qualidade do sono;

- aumento da vitalidade;

- mudanças de padrões de comportamento;

- aumento da autoconfiança;

- aumento da segurança interior;

- equilíbrio emocional;

- aumento da qualidade de vida;

- sensação de que você está no caminho certo para realizar seus sonhos;

- satisfação em estar vivo;

- viver com propósito;

- E muito mais.

 

 

 

Que este texto tenha sido útil a você.

 

Encerro este artigo desejando uma vida repleta de transformação e com muitas realizações.

 

Não viva só por viver. Viva com plenitude e significado.

 

 

Dill Rhodrigues